sábado, 22 de junho de 2019

Tecnociência: entre o Controle e a Transformação


Nos dias 17 e 18, foi realizado o 3º Colóquio de Linguagens Midiáticas  com o tema: "Tecnociência: entre o Controle e a Transformação". O evento contou com a participação de professores e alunos da UFG, professores das redes municipais e estaduais e convidados de outras Instituições Educacionais. 

O Colóquio é uma realização do Grupo Estudos Novas Tecnologias na Educação (GENTE) da Faculdade de Educação da UFG, que tem como propósito principal a socialização dos processos de pesquisas em andamento relacionados às linguagens midiáticas nos diferentes níveis de formação, isto é: da educação infantil à formação de professores em nível superior.

O 3º Colóquio, repetiu o sucesso das versões anteriores, conforme publicações do Jornal da UFG,  destacados nos links a seguir: 

A ambivalência da técnica

A vida humana na perspectiva do digital

quinta-feira, 23 de maio de 2019

3º Colóquio de Linguagens Midiáticas – 2019


Tema Tecnociência: entre o Controle e a Transformação


 A construção deste tema emergiu no coletivo dos estudos realizados pelo GENTE ( Grupo de Estudos Novas Tecnologias e Educação), no decorrer de 2018 e 2019. Destaca-se, as reflexões da estudiosa em cultura e mídia na contemporaneidade, Paula Sibilia (Universidade Federal Fluminense), sobre a formação do homem a partir do impacto da biotecnologia e da nanotecnologia na constituição de um homem pós-orgânico.

Essas e outras informações que encharcam as mídias sociais em relação as inovações voltadas para o bem estar, longevidade e qualidade de vida, contribuíram para a motivação da definição desta temática. Afinal, o espaço acadêmico ainda é privilegiado pelo ato de pensar, e compartilhar olhares sobre a realidade em construção contínua. Conceitos como autonomia, liberdade, segurança, conhecimento, inovação, controle e transformação estão sendo ressignificados mediante a concepção de homem e sociedade no momento histórico.

Assim, o compartilhar e a prática colaborativa é a opção do grupo GENTE neste evento.

Este evento está organizado em quatro mesas redondas. Nos Anais do evento serão publicados os textos dos participantes das mesas e relatos de experiências dos membros do GENTE.

As mesas trazem as seguintes temáticas:
  1. Mesa de conversa (noite) – 17/06 (2ªfeira)
    • Tema: Tecnociência: entre o Controle e a Transformação
  2. Mesa de conversa (manhã) – 18/06 (3ª feira, das 8 às 10:45 h)
    • Tema: Sociedade. Tecnologia e Estética
  3. Mesa de conversa ( tarde) 18/06 – das 14 as 15:30
    • Tema: Digitalização da vida: Utopia e distopias
  4. Mesa de conversa ( tarde) 18/06 – das 15:30 às 17 h
    • Tema: Homem Híbrido: Saber. formação e transformação.

Desejo a todos um ótimo evento convergente de reflexões.

Drª Cleide Aparecida Rodrigues de Carvalho



terça-feira, 7 de agosto de 2018

Textos do 2º Colóquio já estão disponíveis



Trabalhos apresentados na segunda edição do Colóquio de Linguagens Midiáticas, que teve como tema "Convergências Culturais", já podem ser acessados. O evento, realizado em abril de 2018, reuniu seções de comunicação oral e, também, mesas de debate.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Comunicações orais do 2º Colóquio são divulgadas

A Comissão Organizadora do 2º Colóquio de Linguagens Midiáticas apresenta os trabalhos aprovados e as datas e horários destas comunicações orais:




quarta-feira, 28 de março de 2018

Convergências culturais são tema de 2º Colóquio




Em sua segunda edição, o Colóquio de Linguagens Midiáticas discute as convergências culturais e sua influência no contexto escolar. A atividade será realizada nos dias 25 e 26 de abril, no miniauditório da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. Confira a programação:

25 de abril - Quarta-feira

19h - Abertura
Há convergência entre a cultura escolar e a cultura midiática?
Fabrício David Queiroz - Cepae / UFG
Joana Peixoto - IFG
Cleide Aparecida Carvalho Rodrigues - FE/ UFG

19h - Metamorfônicos
Wilder Fioramonte (FAV / UFG) 

Na obra, seres com uma estrutura composta por materiais leves, como recortes de isopor ou de foam e tampinhas de caneta, recebem pequenos alto-falantes de vibração que são os agentes propulsores do movimento desses peculiares “robôs fônicos”. Apelidados de metamorfônicos, cada um dos robôs é munido de uma canetinha hidrográfica e deixa, enquanto se move, um rastro de vibrações na forma de traços e tracejados de tinta sobre papel: é o registro visual da obra metamorfônica. 


26 de abril - Quinta-feira

9h - Mesa de debate
Formação ou deformação para a cultura midiática?
Frederico Ramos Oliveira - UFBA
Rita Márcia Magalhães Furtado - FE / UFG
Gabriella Luccianni Calaça - PUC GO

13h - 15h - Comunicações orais

15h - Mesa de debate
Quem é o sujeito da cultura digital?
Liderci Maria de Andrade - SME
Eula Lobo - UFU
Ângela Moraes - FIC / UFG.




sábado, 4 de julho de 2015

AVALIAÇÃO

Atenção!

Informamos que o certificado deste evento será no formato digital (pdf). Solicitamos aos participantes que façam a avaliação do Colóquio de Linguagens Midiáticas, disponível AQUI, não esqueçam de colocar um e-mail válido para que possamos enviar o certificado.

AVALIAÇÃO DO COLÓQUIO DE LINGUAGENS MIDIÁTICAS

Uso de mídias digitais na educação é discutido na UFG

Criado em 03/07/15 01:53. Atualizada em 03/07/15 08:51.
Debate aconteceu durante abertura do Colóquio de Linguagens Midiáticas, na Faculdade de Educação
Texto: Camila Godoy
Fotos: Camila Caetano
O miniauditório da Faculdade de Educação (FE) da UFG foi palco de um debate sobre o uso das mídias digitais na docência. A discussão ocorreu durante a abertura do primeiro Colóquio de Linguagens Midiáticas, na tarde desta quinta-feira, 02/07. O evento teve a participação do professor da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), Daniel Christino, que ministrou palestra sobre A construção da identidade no ciberespaço: representação da tecnologia na era da mídia.

Diversos professores e estudantes participaram da atividade. A abertura do evento reuniu ainda a vice-diretora da FE, Lueli Nogueira Duarte da Silva, e a coordenadora do Laboratório de Tecnologia da Educação Inclusiva (Labin) da FE, Cleide Aparecida Carvalho Rodrigues. Segundo a coordenadora do Labin, o Colóquio é um espaço para que pessoas envolvidas em diferentes projetos possam trocar experiências e integrar trabalhos.

A palestra ministrada por Daniel Christino foi o ponto alto da programação. Na ocasião, o professor apresentou conceitos envolvendo identidade e redes sociais. Para ele, a comunidade acadêmica, principalmente da FE, precisa estudar esses assuntos porque indivíduos que cresceram, viveram e que dominam os meios digitais vão chegar às salas de aula e os docentes precisam entender e trabalhar esses elementos.
Colóquio de Linguagens Midiáticas
Daniel Christino apresentou diferentes conceitos de identidade e diversos aspectos do termo


Segundo o professor, as identidades estão relacionadas a maneira como as pessoas percebem a si mesmas e seu lugar no mundo. “A todo instante nossa identidade é lapidada pelo meio, pelo tempo e pelas relações sociais. Ela está em constante construção”, afirmou. Para ele, essa dinâmica também acontece no ciberespaço: “Dificilmente o meio digital cria novas relações sociais, ele reproduz as relações já existentes”.

Daniel Christino apresentou um jogo de videogame que é construído com a colaboração da comunidade. O jogo já alcançou milhares de pessoas e quem contribuiu para sua construção trabalha sem remuneração direta. O professor destacou que a convergência entre trabalho e lazer está cada vez mais presente na sociedade. “Os videogames e as redes sociais fazem parte dessa cultura convergente. Essas pessoas naturalmente colaborativas vão chegar às salas de aula e o ensino será diferente”, comentou.

Ao final da exposição, o público pôde fazer perguntas e debater o assunto com o palestrante. A professora da FE, Maria de Fátima Teixeira Barreto, participou da discussão e considerou o tema de suma importância para a Faculdade. “Existe uma indisposição entre os profissionais da educação para o uso das tecnologias nas salas de aula. Para esses, a palestra de hoje foi extremamente provocativa. Já para quem quer pensar o uso desses recursos, a discussão foi enriquecedora”, enfatizou.

Colóquio de Linguagens Midiáticas
Participantes debateram o uso de tecnologias nas salas de aula
Fonte : Ascom UFG 
https://www.ufg.br/n/81856-uso-de-midias-digitais-na-educacao-e-discutido-na-ufg

quinta-feira, 2 de julho de 2015

AVALIAÇÃO

Atenção!

Informamos que o certificado deste evento será no formato digital (pdf). Solicitamos aos participantes que façam a avaliação do Colóquio de Linguagens Midiáticas, disponível AQUI, não esqueçam de colocar um e-mail válido para que possamos enviar o certificado.















terça-feira, 23 de junho de 2015

ATENÇÃO!


As inscrições foram encerradas! 

O número de inscritos superou as expectativas uma semana antes do prazo estabelecido. Os funcionários administrativos da UFG estão em greve e isso inviabiliza o remanejamento do espaço físico para outros mais adequados para um número maior de pessoas/participantes.

Desse modo, para manter a qualidade e a quantidade adequados ao espaço que temos disponíveis para o Colóquio de Linguagens Midiáticas, houve a necessidade de encerrarmos as inscrições a partir de hoje, 23/06/2015.



segunda-feira, 15 de junho de 2015



A apresentação cultural, na abertura do Colóquio de Linguagens Midiáticas, ficará por conta do Grupo de Teatro VaIdade, com o tema "O corajoso e o medroso". 
Direção: Joana Dark, do Teatro Escola Basileu França.





quarta-feira, 10 de junho de 2015